Bombeiros atendem chamado sobre queda de crianças em poço em MT e constatam trote


Populares informaram a falsa ocorrência por meio do telefone de emergência em Várzea Grande. Mergulhadores entraram no poço e constataram o trote. Equipes de socorro foram mobilizadas, mas ocorrência era falsa
CBM-MT
Equipes do Corpo de Bombeiros foram mobilizados, nesta terça-feira (31), após receberem uma falsa chamada de uma ocorrência no Bairro São Matheus, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.
Por meio do telefone de emergência, os bombeiros foram informados de uma ocorrência na Rua 18, onde duas crianças teriam caído em um poço e estavam presas.
Duas equipes foram até o local e mergulhadores entraram no poço para fazer uma varredura, mas nenhuma criança foi encontrada no local.
“Esse tipo de atitude prejudica o nosso trabalho, porque pode acontecer outro fato urgente e verdadeiro que precise dos bombeiros, e o atendimento não é feito porque a equipe está ocupada”, ressalta o tenente Eduardo Fernandes Bueno.
No ano passado, um balanço da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT) apontou que 520 mil ligações recebidas no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública de Mato Grosso (Ciosp) eram trotes.
O número de trotes equivale a 70% do total de chamadas recebidas. O trote se enquadra no crime de falsa comunicação de crime. A pena pode chegar a seis meses de prisão.
Posted in G1