Operação recolhe armas artesanais, drogas e celulares no Presídio de Erechim


Ação foi realizada em conjunto entre Brigada Militar e Susepe. Mais de 60 policiais militares de Erechim, Passo Fundo e Carazinho participaram da ação, e contaram com a ajuda de cães farejadores. Presídio de Erechim opera acima da capacidade
Roger Gritti/RBS TV
Uma operação aprendeu na tarde desta terça-feira (31) armas artesanais, drogas e celulares dentro do Presídio Estadual de Erechim, na Região Norte do Rio Grande do Sul. A ação foi realizada em conjunto entre a Brigada Militar e a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe).
Mais de 60 policiais militares de Erechim, Passo Fundo e Carazinho participaram da ação, e contaram com a ajuda de cães farejadores. Todas celas e galerias foram revistadas.
Neste ano, em outras ocasiões, já foram encontradas arma e dinamites, e dois túneis foram interceptados antes de serem concluídos. Também foi registrado um incêndio em uma das galerias, e duas fugas.
O presídio de Erechim trabalha com o dobro da capacidade. Com 240 vagas, o prédio abriga mais de 500 detentos.
Posted in G1