Youtuber que relatou suposto estupro em vídeo presta depoimento à polícia em Extrema, MG


Conforme a polícia, a investigação é sigilosa e, por isso, o conteúdo do depoimento não foi revelado. O youtuber Everson Zoio, que relatou um suposto estupro a uma ex-namorada em um vídeo divulgado na internet, prestou depoimento sobre o caso para a Polícia Civil nesta terça-feira (31) em Extrema (MG). Conforme a polícia, a investigação é sigilosa e, por isso, o conteúdo do depoimento não foi revelado.
No último sábado (28), Everson já havia postado um vídeo se desculpando pela história, que ele disse ter sido inventada, apenas como uma brincadeira de mau gosto.
Nenhum boletim de ocorrência foi registrado contra Everson, nem antes, nem agora. Mas por causa da repercussão da história, a Polícia Civil entrou no caso, através da Delegacia Especializada de Crimes Cibernéticos de Belo Horizonte, que abriu uma investigação.
Youtuber Everson Zoio fala sobre repercussão do vídeo em que ele relata suposto estupro
Reprodução/Youtube
Defesa nas redes sociais
Nas redes sociais, uma pessoa que se identificou como Aline Persegona disse ser a ex-namorada de Everson e fez uma postagem defendendo o youtuber. Ela disse que por conhecer bem Everson, pode afirmar que tudo foi uma grande bobagem dita por ele.
Ela também disse que foi “metralhada” com mensagens por não ter denunciado o caso e que, por isso, decidiu se pronunciar para dizer que ele nunca a estuprou e que sempre a tratou com muito respeito, sendo uma obrigação pra ela esclarecer a história.
O vídeo
No vídeo, gravado em 2016, Everson Zoio e mais três amigos aparecem conversando e Zoio conta sobre o dia em que, segundo ele, fez sexo com uma ex-namorada enquanto ela dormia.
O youtuber diz que estavam na fazenda da família dela, em Extrema, no Sul de Minas. À noite, ela disse não queria ter relação sexual porque estava com sono. Neste momento, ele diz a frase ‘beleza, não vou te forçar porque não sou estuprador”. Todos riem.
Página do youtuber Everson Zoio no YouTube
Reprodução/YouTube
Quando ela estava em sono pesado, ele diz ter tirado a roupa dela e relata o que, pela lei, pode ser caracterizado como estupro.
Os três amigos riem no vídeo. No fim, ele diz que ela acordou e perguntou “O que é isso?”. Zoio segue contando que ficou “sem graça” quando a ex-namorada acordou e resolveu dormir. O youtuber ainda diz que, no outro dia, os dois riram da situação.
Esse não seria o único vídeo de Zoio falando sobre o mesmo assunto – a polícia investiga uma gravação anterior, de 2015, com o mesmo teor.
O que diz a assessoria do youtuber
A assessoria de Zoio não sabe por que o vídeo voltou a circular agora. No sábado (28), em seu canal oficial, ele disse que a história é inventada e chamou de “piada de mau gosto”.
No sábado (28), por telefone, o assessor Alexandre Araújo disse que o vídeo não passou de uma brincadeira de mau gosto em que o youtuber fala por 10 minutos sobre a repercussão do caso. Ele conta que em 2015 gravou um vídeo respondendo a uma pergunta sobre uma cena engraçada na “Hora H”.
Zoio então conta que inventou a história com a ex-namorada quando ela estava dormindo porque não tinha nada constrangedor para falar. “Homem é assim, sempre aumenta as coisas”, diz.
“Peguei muito pesado mesmo. A ex deve ter pensado que eu estava dando uma de machão. Ela está no direito de denunciar se tivessse alguma coisa errada”, continua.
O youtuber segue falando que foi “uma atitude imatura, uma piada sem graça (…) É um assunto deliciado, que não se brinca”.
Sobre o vídeo que está viralizado, Zoio diz que ele foi gravado em 2016. O youtuber conta que o vídeo é de outro canal e que ele não o excluiu de seu canal porque nunca chegou a postar. O dono do canal excluiu vídeo porque ficou assustado com a repercussão.
Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
Posted in G1